Home Onde FicarBarra Barra da Tijuca, o bairro olímpico do Rio de Janeiro

Barra da Tijuca, o bairro olímpico do Rio de Janeiro

por Thiago Del Grande
Barra da Tijuca

A Barra da Tijuca é um imenso bairro da cidade do Rio de Janeiro e é também um bairro de extremos: ou você ama, ou você odeia.

Abriga parte da classe média alta carioca e é um dos bairros que mais cresceram na cidade nas últimas décadas. Pra você ter uma ideia, em 1980 o bairro tinha cerca de 24 mil habitantes. Esse número subiu pra 135 mil em 2010.

Mas por que “bairro olímpico”?

A Barra da Tijuca foi a casa da maior parte dos Jogos Olímpicos de 2016. É no bairro que estava instalada a Vila Olímpica dos atletas, além do Parque Aquático Maria Lenk e o Parque Olímpico, um complexo de arenas onde foram realizados os jogos.

Parque Olímpico da Barra da Tijuca

Parque Olímpico da Barra da Tijuca




O que tem pra fazer na Barra da Tijuca?

O bairro possui muitas atrações.

Alguns dos melhores cinemas, restaurantes e centros de lazer da cidade possuem filiais por lá. A rede hoteleira também é vasta, possuindo opções econômicas (como os hotéis da rede Ibis), além dos hotéis de luxo das redes Windsor, Sheraton, Trump e Hilton, em sua maioria, localizados na Av. Lucio Costa – a avenida da praia da Barra.

É na Barra da Tijuca que está localizado um dos shoppings mais famosos da cidade: o Barra Shopping. Nele você vai encontrar praticamente de tudo que temos aqui na cidade: a moda carioca, restaurantes, cafés, famosas redes de restaurantes (como Outback, Pizza Hut, Applebee’s etc.) boliche e muito mais!

Outro aspecto bem legal da Barra é a Av. Olegário Maciel! Ela liga a Praia da Barra até as entranhas do bairro! E ainda por cima é cheia de bares, restaurantes e botecos! Ótimo para quem sai da praia e quer almoçar ou comer um petisco! E à noite, a rua vira o point de encontro do pessoal da Barra da Tijuca e adjacências: muita gente bonita e alegre ocupando praticamente toda a extensão da avenida!

Outros restaurantes renomados marcam presença no bairro, também na região – como a pizzaria Bra’z na Av. Érico Veríssimo, 46, pertinho da Olegário. É na Av. Érico Veríssimo que também encontra-se o Gero, outro renomado restaurante da cidade!

Por lá também está a Cidade das Artes, uma construção idealizada para ser o polo cultural da região. Ainda não vingou como a prefeitura gostaria que funcionasse, mas aos poucos eventos grandes como peças, orquestras e exposições, passam a ser realizadas por lá. Fica pertinho do Terminal Alvorada.

Avenidas da Barra à noite, vista da Cidade das Artes

Avenidas da Barra à noite, vista da Cidade das Artes

Ah, e não podemos esquecer: a Praia da Barra da Tijuca é a maior praia do estado do Rio de Janeiro em extensão! Isso mesmo, são 18 km de comprimento! E belíssima também!




Pontos negativos

A Barra é um bairro gigante e apesar das tentativas da prefeitura em levar o Metrô e o sistema de BRT ao bairro, a distância entre as atrações é muito grande. Engarrafamentos são muito comuns na região, pois os moradores precisam do carro para se locomover – diferente de outras regiões da cidade onde a oferta de transporte é maior.

Por essas e outras, a recomendação é sempre andar de carro pela Barra da Tijuca. Seja um carro alugado, de um amigo carioca, táxi ou Uber. Achar uma vaga para estacionar também é complicado, como diria Cláudio Zoli na música “Cada Um, Cada Um”:

No fim de semana de noite na Barra
Procurando vaga de noite na Barra

Mesmo em shoppings, em determinados horários é mais difícil de estacionar. Durante a semana, por volta das 18h é complicado de encontrar uma vaga em shopping. Dá, mas é chato. Nos finais de semana, o horário pós praia, ou seja, das 18h às 19h30 é bastante complicado de se encontrar uma vaga em qualquer shopping do bairro.

Por ser extremamente famoso e com acesso a praticamente todas as regiões da cidade, a Praia da Barra da Tijuca fica muito cheia nos finais de semana. É praticamente uma odisseia conseguir estacionar o carro na praia ou nas ruelas paralelas a ela. Já na areia é mais fácil de encontrar um lugar, mas não ache que pegará o melhor lugar, perto do mar, pois a faixa de areia fica muito, muito cheia. Se você não se incomoda com muita gente, tá ótimo. Mas se muvuca te incomoda, a Praia da Barra da Tijuca não é uma boa opção no final de semana para você.

Conclusão

Por ser longe das principais atrações da cidade, recomendo que você só se hospede na Barra em ocasiões muito específicas. Veio à Bienal do Livro? Ótimo, pois o Riocentro fica próximo à Barra azithromycin chlamydia. Vai ao Rock in Rio? Também é uma boa se hospedar pela Barra, porque o evento acontece no Parque Olímpico. Há hotéis lá por perto, como o Quality, o Mercure e o Hilton.

A Barra também é um bom lugar para se hospedar caso você esteja viajando a trabalho e sua empresa fica por lá.

De resto, não recomendo a hospedagem, mas recomendo a visita.

Que tal dar uma olhada nos hotéis disponíveis? Dê uma pesquisada:



Booking.com


Crédito das fotos:
Barra da Tijuca por Barrazine da Barra – Flickr, CC BY 2.0
Parque Olímpico por Gabriel Heusi – Wikimedia, CC 3.0
Avenidas da Barra por Leandro Marques – Todos os direitos reservados

 

You may also like

1 comentário

Beatriz 04/12/2016 - 16:00

excelente o texto, moro lá e confirmo!!

Responder

Deixe seu comentário

Este website utiliza cookies para melhorar sua experiência. Assumimos que vocês está de acordo com isso, mas você pode desabilitar, se desejar. Aceitar Ler mais